Você está aqui:

08110 territórios criativos reconhecidos.
Reconhecer 110 territórios com requisitos que os qualifiquem como criativos.

Territórios criativos são bairros, cidades ou regiões que apresentam potenciais culturais criativos capazes de promover o desenvolvimento integral e sustentável, aliando preservação e promoção de seus valores culturais e ambientais.

Nos territórios criativos, podem existir diversas atividades ao mesmo tempo que vão desde indústrias culturais clássicas, como artes visuais, música e literatura, até outros setores, como propaganda, arquitetura, arqueologia e design. Como explicado na Meta 7, a economia criativa é um setor estratégico e dinâmico, tanto do ponto de vista econômico como social. Suas atividades geram trabalho, emprego, renda e inclusão social.

Um território será legitimado pelo Ministério da Cultura (MinC) como território criativo por meio de uma chancela (selo). Com isso, poderá ser criado um sistema de governança com a participação do poder público e da sociedade civil. A partir desse reconhecimento, o MinC repassará recursos para a formulação de planos de desenvolvimento que tenham a economia criativa como estratégia.

 


Como esta meta está sendo medida

Pelo número de bacias e de cidades criativas reconhecidas pelo Ministério da Cultura a partir de 2011.


Situação da meta

Até o presente momento não houve nenhum território criativo reconhecido.

Destaca-se que a meta 08 meta está intrisicamente ligada à meta 09 que é relativa ao desenvolvimento e fomento a 300 projetos de apoio à sustentabilidade econômica da produção cultural local. A meta 09 traduz de maneira mais concreta o conjunto de ações e estratégias indicadas no escopo das ações de desenvolvimento sustentável articuladas pelo PNC.

Ressalta-se que o reconhecimento dos territórios criativos, sem nenhuma política cultural articulada a partir dessa plataforma visibilizada, não estimula o processo de desenvolvimento territorial posto em perspectiva pelo conjunto de ações e estratégias em referência, consistindo apenas em um das abordagens possíveis para consecução da finalidade do Plano.

Fonte: Secretaria da Economia da Cultura (SEC)

Data de atualização: 31/12/2016


O que foi feito em 2016 para alcançar esta meta

Em parceria com a UFF, a SEC lançou o portal www.territorioscriativosuff.com.br. O projeto propõe encontros e trocas de saberes de quatro territórios: Madureira, Paraty, Quissamã e Cariri visando potencializar a sinergia criativa dos agentes locais, resultando em trocas de saberes e em parcerias a curto, médio e longo prazo. O Portal é também um espaço de difusão dos tesouros artísticos dos Territórios. Ressalta-se que o projeto resultou na entrega dos seguintes produtos: a) Publicação descritiva intitulada “Territórios Criativo“ contendo as prospecções e ações alcançadas nos territórios; b) Publicação “Flores da Senzala” versando sobre a tradição oral e contações de história; c) Boletim informativo “Machadinha em Foco” do Território Criativo; d) Quilombo Machadinha/Junho 2016; e) Relatório Museológico do Centro de Cultura Popular Mestre Noza e Lira Nordestina, Território Cariri; f) Projeto Museográfico para o Centro de Cultura Popular Mestre Noza, Território Cariri; e g) Dossiê de contextualização da situação de Mestres e Grupos de Tradição do Cariri. Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha.

Além disso, a SEC realizou uma série de encontros de saberes sobre territórios criativos durante o ano, sendo eles: a)Ciclo de Encontros e Partilha de Saberes de Mestres da Tradição; b) II Encontro de Saberes do projeto Territórios Criativos Cariri; c) II Encontro de Saberes do projeto Territórios Criativos Paraty; d) II Encontro de Saberes do projeto Territórios Criativos Machadinha

Ainda mais, o projeto “Prospecção e Capacitação em Territórios Criativos”, em parceria com a UFF, foram trabalhados 4 territórios criativos, sendo eles: Territórios Criativos Cariri/CE; Territórios Criativos Madureira/RJ; Territórios Criativos Quilombo Machadinha/RJ, Territórios Criativos Paraty/RJ.


Veja todas as metas que também estão nos temas : 

Ver mais metas marcadas com as tags:  .

Notícias Relacionadas