Você está aqui:
Edital Bibliotecas Digitais: inscrições prorrogadas

20.8.2018 – 14:02

O Ministério da Cultura (MinC) prorrogou, até as 17h59 de 4 de setembro, o prazo de inscrições para o edital Bibliotecas Digitais, que vai destinar R$ 2 milhões para fomentar a criação do conceito de biblioteca digital em 20 bibliotecas públicas estaduais ou municipais do Brasil. Cada uma das instituições selecionadas vai receber R$ 100 mil.

O edital prevê a aquisição de leitores de livros digitais (e-readers) e de licenças e direitos para acesso digital a conteúdos e livros, além de ações de modernização e adequação da estrutura, tornando os espaços mais atrativos.

O edital integra o Programa Leitura Gera Futuro, que inclui outros dois editais, voltados à realização de feiras literárias e à publicação de livros com temática relacionada aos 200 anos da Independência do Brasil. No total, os três editais preveem investimentos de R$ 6 milhões.

“Estamos cumprindo um compromisso assumido e retomando uma agenda que é fundamental para a formação de cidadãos críticos e conscientes de seu papel na sociedade. Um dos diferenciais do programa é que queremos fomentar a criação de  bibliotecas digitais, espaços contemporâneos de estímulo à leitura e acesso a livros por meios digitais”, destaca o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão.

 

Feiras literárias

Com inscrições abertas até 11 de setembro, o edital de Feiras Literárias vai destinar R$ 3 milhões para 17 ações literárias no país, como feiras, jornadas e bienais, entre outros. Três projetos receberão R$ 400 mil cada; quatro, R$ 200 mil cada; e dez, R$ 100 mil cada. Podem concorrer entidades privadas sem fins lucrativos. Um dos pré-requisitos para inscrição do projeto é que o evento já tenha sido realizado pelo menos uma vez. Receberão pontuação extra feiras que sejam acessíveis para pessoas com deficiência e as que promovam intercâmbio literário com outros países.

Já o Prêmio de Incentivo à Publicação Literária, 200 Anos de Independência, também com inscrições abertas até 11 de setembro, vai repassar R$ 1 milhão em prêmios para obras literárias com temática relacionada aos 200 anos da Independência do Brasil, comemorados em 2022. Serão premiadas 25 obras no valor de R$ 40 mil cada. Podem concorrer pessoas físicas brasileiras ou naturalizadas, com obras inéditas.

Acesso rápido

Edital e anexos

Saiba mais sobre os editais

 

Fonte: Assessoria de Comunicação / Ministério da Cultura

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MinC anuncia investimentos de quase R$ 9 milhões nas áreas de literatura, bibliotecas e museus

03.07.2018  15:05

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, lançou, nesta terça-feira (3), o Programa Leitura Gera Futuro (#leituragerafuturo), que prevê investimento de R$ 6 milhões em três editais, voltados para a criação de bibliotecas digitais, a realização de feiras literárias e a publicação de livros com temática relacionada aos 200 anos da Independência do Brasil. No mesmo evento, o ministro e o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), Marcelo Araujo, lançaram a 4ª edição do Prêmio de Modernização de Museus, que vai garantir R$ 2,8 milhões em prêmios para iniciativas de modernização e preservação do patrimônio museológico brasileiro.

No total, serão quase R$ 9 milhões investidos em setores até então carentes de recursos. Os editais estão disponíveis para consulta na área de editais do portal do Ministério da Cultura (MinC). Desde 2015, o Departamento de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do MinC não lançava editais.

“Estamos cumprindo um compromisso assumido e retomando uma agenda que é fundamental para a formação de cidadãos críticos e conscientes de seu papel na sociedade. Um dos diferenciais do programa #leituragerafuturo é que queremos fomentar a criação de  bibliotecas digitais, espaços contemporâneos de estímulo à leitura e acesso a livros por meios digitais”, ressaltou o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão.

Ele também destacou a importância do Prêmio de Modernização de Museus. “É uma forma de valorizar iniciativas modelo de preservação de nossos acervos museológicos. Nas edições anteriores, os valores dos prêmios variavam de R$ 10 mil a R$ 50 mil. A 4ª edição passa a oferecer premiação de R$ 100 mil, o que faz desse prêmio um dos maiores da área de museus em todo o território nacional”, afirmou. De acordo com o presidente do Ibram, Marcelo Araujo, o edital “representa a retomada de uma iniciativa importantíssima que responde à Política Nacional de Museus e oferece uma oportunidade de consolidação para as instituições museológicas brasileiras”.

 

Livro, leitura e bibliotecas

Em sintonia com as novas tecnologias, o edital Bibliotecas Digitais destinará R$ 2 milhões (R$ 100 mil por convênio) para fomentar a criação do conceito de biblioteca digital em vinte bibliotecas públicas estaduais ou municipais do país. O edital prevê a aquisição de leitores de livros digitais (e-readers) e de licenças e direitos para acesso digital a conteúdos e livros, além de ações de modernização e adequação da estrutura, tornando os espaços mais atrativos.

Em outra frente, o MinC vai aportar R$ 3 milhões para 17 ações literárias no país, como feiras, jornadas e bienais, entre outros. Três projetos receberão R$ 400 mil cada; quatro, R$ 200 mil cada; e dez, R$ 100 mil cada. Podem concorrer entidades privadas sem fins lucrativos. Um dos pré-requisitos para inscrição do projeto é que o evento já tenha sido realizado pelo menos uma vez. Receberão pontuação extra feiras que sejam acessíveis para pessoas com deficiência e as que promovam intercâmbio literário com outros países.

Outro edital lançado pelo ministro nesta terça-feira garante R$ 1 milhão em prêmios para obras literárias com temática relacionada aos 200 anos da Independência do Brasil, comemorados em 2022. Serão premiadas 25 obras no valor de R$ 40 mil cada. Podem concorrer pessoas físicas brasileiras ou naturalizadas, com obras inéditas.

Modernização de museus

O MinC, por meio do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), vai distribuir 28 prêmios de R$ 100 mil cada, totalizando R$ 2,8 milhões, para iniciativas bem-sucedidas de modernização e preservação do patrimônio museológico implementadas por instituições museológicas ou por mantenedores de museus, no período de 2015 a 2018.

Os prêmios poderão ser utilizados no desenvolvimento de pelo menos uma das seguintes iniciativas: ações e estudos estratégicos para a modernização de instituição museológica, inclusive gestão e sustentabilidade; manutenção das ações/programações museológicas regulares; setor educativo; exposições; preservação e digitalização de acervos museológicos; atividade editorial e curatorial em instituição museológica; capacitação de funcionários e gestores para atividades específicas no campo museológico; reforma, reaparelhamento e modernização de museus (infraestrutura); adaptação de espaços para acessibilidade de pessoas com mobilidade reduzida e pessoas com deficiência; ações de difusão, divulgação e promoção institucional; e ações para prevenção de riscos ao patrimônio museológico (implementação de plano de gestão de riscos, plano de emergência, plano de segurança para intervenções em bens imóveis).

 

Fonte: Assessoria de Comunicação / Ministério da Cultura

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

139 museus vão concorrer a 28 prêmios do Ibram para modernização de suas estruturas

2.10.2018 – 11:10

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), instituição vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), publicou nesta terça-feira (2) uma lista com 139 entidades museológicas aptas a concorrer a 28 prêmios de R$ 100 mil cada para desenvolverem projetos de modernização de museus. As instituições estavam entre as 197 inscritas no Edital de Chamamento Público Nº 1, de 5 de Julho de 2018, referente à Modernização de Museus – Prêmios, que disponibiliza um total de R$ 2,8 milhões para ações que vão desde digitalização do acervo até reforma da infraestrutura. Outras 58 entidades foram consideradas não aptas para a seleção. 

Agora, uma Comissão de Seleção vai avaliar as iniciativas das instituições participantes cujas inscrições forem admitidas. O resultado final será publicado no Diário Oficial da União e divulgado no site do Ibram. Os recursos serão disponibilizados em parcela única em nome da instituição contemplada para desenvolvimento de ações de modernização.

O objetivo do edital é apoiar iniciativas voltadas à preservação do patrimônio museológico, implementadas por instituições museológicas ou mantenedores de museus constituídos como pessoas jurídicas de direito público estadual e municipal e pessoas jurídicas de direito privado sem fins lucrativos, com finalidade cultural, excetuando-se aquelas vinculadas à estrutura do MinC.

Entre as ações que poderão ser contempladas estão: preservação e digitalização de acervos museológicos; atividade editorial e curatorial em instituição museológica; capacitação de funcionários e gestores para atividades específicas no campo museológico; reforma, reaparelhamento e modernização de museus (infraestrutura); adaptação de espaços para acessibilidade de pessoas com mobilidade reduzida e pessoa com deficiência; ações para prevenção de riscos ao patrimônio museológico (como implementação de Plano de Gestão de Riscos, Plano de Emergência e Plano de Segurança para intervenções em bens imóveis), entre outras. Os recursos repassados às instituições contempladas neste chamamento público não poderão ser utilizados em serviços de manutenção administrativa.

Os interessados poderão entrar com recurso com relação à decisão da Comissão de Seleção, no prazo de cinco dias, contados a partir da data de hoje, com a publicação no Diário Oficial, conforme Formulário de Recurso (Anexo VI do edital) a ser enviado, exclusivamente, via e-mail, para o Ibram, ao endereço eletrônico: recurso.selecao@museus.gov.br, identificado com o Assunto: Recurso de Seleção Modernização de Museus – Prêmios.

 

Acesso rápido

Lista de instituições habilitadas

Lista de instituições inabilitadas

 

Fonte: Assessoria de Comunicação / Ministério da Cultura

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dezenove bibliotecas receberão R$ 100 mil do MinC

4.10.2018 – 10:06

O Ministério da Cultura (MinC) divulgou nesta quinta-feira (4) o resultado final do edital de Bibliotecas Digitais 2018. Dezenove bibliotecas públicas receberão R$ 100 mil cada para aplicar em projetos de uso em seus espaços de tecnologias de informação e comunicação.

O edital busca criar o conceito de Bibliotecas Digitais em bibliotecas públicas estaduais, municipais e do Distrito Federal. Os selecionados poderão adquirir leitores de livros digitais (e-readers), licenças e direitos para acesso digital a conteúdos e livros, além colocar em prática de ações de modernização e adequação de suas estruturas. 

O apoio financeiro aos projetos selecionados está condicionado à contrapartida por parte das instituições públicas estaduais e municipais selecionadas no valor equivalente ao mínimo de 20% sobre o total do projeto, ou seja, R$ 25 mil. Foram feitas 86 inscrições, das quais 19 foram habilitadas a participar do certame.

Os selecionados devem cadastrar suas propostas no Portal de Convênios (Siconv), no Programa nº 4200020180013, anexando os documentos listados no Anexo IV do edital de Bibliotecas Digitais 2018.

 

Leitura Gera Futuro

O edital integra o Programa Leitura Gera Futuro, que inclui outros dois editais, voltados à realização de feiras literárias e à publicação de livros com temática relacionada aos 200 anos da Independência do Brasil. No total, os três editais preveem investimentos de R$ 6 milhões.

 

Acesso rápido

Conheça os projetos selecionados

Leia o Anexo IV do edital de Bibliotecas Digitais

 

Fonte: Assessoria de Comunicação / Ministério da Cultura

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BN: Prêmio Literário tem 730 obras habilitadas

05.10.2018 – 13:00

O Prêmio Literário Biblioteca Nacional 2018, que valoriza a produção editorial e os autores nacionais – incentivando a qualidade literária e técnica de suas obras –, tem mais uma etapa publicada. A Biblioteca Nacional (BN), entidade vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), divulgou as listas de obras habilitadas e inabilitadas. Foram avaliadas obras publicadas em primeira edição no período de 1º de maio de 2017 a 30 de abril de 2018, no Brasil e em língua portuguesa.

As comissões julgadoras analisam as obras de acordo com critérios como qualidade literária, originalidade, contribuição à cultura nacional, criatividade no uso dos recursos gráficos e excelência da tradução. Cada categoria possui três julgadores, ligados ao meio cultural, com notório saber e reconhecimento em suas áreas.

As três melhores obras de cada categoria serão divulgadas no site da Biblioteca Nacional no início de novembro. O primeiro lugar de cada categoria será contemplado com prêmio no valor de R$ 30 mil, sujeito a descontos previstos em lei.

 

Habilitados e inabilitados 

Foram inscritas 886 obras na edição deste ano do prêmio. Deste total, 730 foram habilitadas e 156, inabilitadas. As 730 obras habilitadas a concorrer ao prêmio estão divididas nas seguintes categorias: Conto (88); Ensaio Literário (40); Ensaio Social (90); Literatura Infantil (96); Literatura Juvenil (48); Poesia (147); Projeto Gráfico (59); Romance (121) e Tradução (41). Na lista de inabilitados, constam os motivos da inabilitação de cada projeto. Os recursos das obras inabilitadas já foram analisados e respondidos.

 

Sobre o prêmio

A premiação, uma das mais prestigiadas do País, recebe inscrições de autores baseados em diversos estados. As obras são analisadas por 27 julgadores – sendo três em cada categoria. O prêmio é concedido anualmente, desde 1994.

Conheça os vencedores da última edição (2017)

 

Acesso Rápido

Confira a lista dos habilitados e dos inabilitados

 

Fonte: Assessoria de Comunicação  / Com informações da Fundação Biblioteca Nacional / Ministério da Cultura

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ibram e Wikipédia promovem maratona de museus

18.10.2018 – 13:50

Aproximar ainda mais os museus brasileiros das plataformas digitais para promover, divulgar e valorizar o campo museológico são os objetivos da Maratona de Museus: Ibram e Wikipédia. O evento acontece no dia 6 de novembro em três capitais brasileiras: Brasília (DF), Recife (PE) e Rio de Janeiro (RJ). O projeto possibilitará múltiplas ações de promoção e divulgação de museus e seus acervos, a partir da criação ou qualificação de verbetes na web sobre elas, suas histórias, seus itens de coleções e outros temas relacionados.

A ação acontecerá simultaneamente nas três cidades envolvidas, das 9h às 18h, e contará com a participação de técnicos dos 30 museus vinculados ao Ibram, servidores da sede do órgão em Brasília e técnicos de museus de Recife e Rio de Janeiro. Serão oferecidas mais de 60 vagas para interessados em participar, desde que sejam estudantes ou técnicos na área de Museologia.

Os interessados em participar devem enviar um e-mail até sexta (19) para cpgii@museus.gov.br. Em caso de dúvidas, o Ibram disponibilizou dois telefones: (61) 3521-4135/4142. A Maratona de Museus: Ibram e Wikipédia será um esforço colaborativo, o que permitirá ampliar o acesso e o conhecimento dos diversos públicos sobre os museus participantes e instigá-los a visitarem essas instituições culturais.

A ação será promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus em parceria com a Wiki Educação Brasil, grupo que conta com a participação de professores, colaboradores e pesquisadores de várias instituições brasileiras participantes do Programa de Educação da Wikimedia. A fundação é dedicada a incentivar a produção, desenvolvimento e distribuição de conteúdo livre e multilíngue, disponibilizados ao público de forma integral e gratuita.

A Wikipédia, um dos 10 sites mais visitados do mundo, é o projeto mais conhecido da Wikimedia, com mais de 43 milhões de artigos escritos de forma conjunta por diversos voluntários ao redor do mundo.

Fonte: Assessoria de Comunicação / Com informações do Ibram / Ministério da Cultura

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *