Você está aqui:
Meta 28 – Aumento em 60% do número de pessoas que frequentam museu, centro cultural, cinema, espetáculos de teatro, circo, dança e música

28Aumento em 60% do número de pessoas que frequentam museu, centro cultural, cinema, espetáculos de teatro, circo, dança e música
Aumentar o número de pessoas que vão a museus, centros culturais, cinemas e espetáculos artísticos

Para que a cultura se transforme em um direito pleno é preciso que os cidadãos tenham mais acesso aos serviços e bens culturais. Nesse sentido, é preciso que eles possam participar de atividades fora do âmbito domiciliar ou próximo de suas casas. Para isso, as políticas públicas devem, ao mesmo tempo, ampliar a oferta de eventos e espaços voltados a atividades culturais e aumentar os estímulos para que os cidadãos frequentem mais museus, exposições, teatros, cinemas, espetáculos de dança e circenses, além de shows de música.

 


Como esta meta está sendo medida

Pelo número de pessoas que frequentam museus, centros culturais, cinemas, espetáculos de teatro, circo, dança e música, em relação à situação de 2010.


Situação da meta

Ainda não existem os dados referentes ao ano de 2016 para análise, pois a última pesquisa foi lançada em 2014, na reunião do CNPC – Conselho Nacional de Políticas Culturais, com informações referente ao ano de 2013. Porém, observa-se que os resultados de 2013 (452%) foram satisfatórios. A única exceção foi o percentual de pessoas que frequentam espetáculos de música que apresentou um decréscimo em relação ao ano de 2010. Ainda assim, o desempenho global da meta (média dos resultados para cada prática cultural) alcançou 84% do resultado esperado para 2020.

Fonte: Pesquisa Frequência de Práticas Culturais (Ipea)  com dados de 2013 lançada em 2014

Data de atualização: 31/12/2013

 

 


O que foi feito em 2016 para alcançar esta meta

O Ministério da Cultura (MinC), em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), por meio do Laboratório de Aplicações de Vídeo Digital (Lavid), lançou o projeto “Culturi”, uma grande rede social que busca divulgar a cultura nacional para brasileiros e estrangeiros.

A Funarte manteve o funcionamento e a programação de atividades artísticas nos seus espaços culturais.

O Ibram, com base no Formulário de Visitação Anual (FVA) de 2015, apurou uma visitação de 25.528.788 em um universo de 730 museus. No ano de 2014, esse número ficou em 24.853.648. O resultado de 2016 tem previsão para ser disponibilizado em 2017.

Para o aumento do público das salas de cinemas, a Ancine trabalha com o Programa Cinema Perto de Você, criado para ampliar o mercado interno de cinema e acelerar a implantação de salas em todo o país. Existe, também, o Programa Brasil de Todas as Telas, que tem como objetivo estimular o desenvolvimento dos agentes econômicos e promover o acesso de um número cada vez maior de brasileiros aos conteúdos produzidos pelos talentos nacionais, em todas as plataformas de exibição.

Ademais, foram feitas campanhas de sensibilização para a adesão ao Vale-Cultura. Foram beneficiados 520.562 trabalhadores, contribuindo para a consumo cultural.

Saiba mais:

    • sobre a pesquisa Públicos de Cultura, realizada pelo Sesc e a Fundação Perseu Abramoclique aqui.
    • sobre a Semana Nacional de Museus , clique aqui.
    • sobre a Primavera dos Museus, clique aqui.
    • sobre o Conhecendo Museus, clique aqui.
    • sobre o Programa Iberescena , clique aqui.
    • sobre o Projeto Outras Danças , clique aqui.
    • sobre a Bolsa Interações Estéticas – Residências Artísticas em Pontos de Cultura, clique aqui.
    • sobre o Prêmio Funarte Petrobras Carequinha de Estímulo ao Circo, clique aqui.
    • sobre o Prêmio Adicional de Renda, clique aqui
    • sobre o Programa Cinema Perto de Você , clique aqui.
    • sobre a pesquisa “Frequência de práticas culturais, do Sistema de Indicadores de Percepção Social, clique aqui.

Veja todas as metas que também estão nos temas : 

Ver mais metas marcadas com as tags: 

Notícias Relacionadas