Você está aqui:
MinC promove Seminário Cultura e Pensamento América Latina

Goiânia (GO) será sede, de quinta (30/11) a sábado (2/12), do Seminário de Cultura e Pensamento América Latina. Promovido pelo Ministério da Cultura (MinC), em parceria com o Media Lab da Universidade Federal de Goiás (UFG), o evento reunirá convidados do Brasil e de outros países da América Latina para debater quatro temas principais: economia da cultura, políticas públicas culturais, cultura das fronteiras e cultura digital. A participação é gratuita. Interessados podem se inscrever neste link (http://inscricoes.medialab.ufg.br). 

A cerimônia de abertura será nesta quinta (30), às 9h30, e contará com a participação da secretária de Articulação e Desenvolvimento Institucional do Ministério da Cultura, Magali Guedes, do reitor da UFG, Orlando Afonso, da superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em Goiás, Salma Saddi, e do prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha.

Serão realizadas três mesas de debate na quinta-feira e quatro na sexta-feira e no sábado. As discussões contarão com representantes de Brasil, México, Chile, Uruguai, Colômbia, Bolívia, Argentina e Venezuela.

Além dos debates, o seminário também contará com apresentações musicais das bandas Metá Metá, Francisco El Hombre, Carne Doce, Heróis de Botequim, Lucas Lanne e os Bipolares e Canapé Jazz. Também haverá espetáculos de dança contemporânea com a Cia Concreto e Corpo de baile Noara Beltrami e apresentação do DJ Avá Canoeiro.

Serviço
Seminário de Cultura e Pensamento América Latina
Data: 30 de novembro a 2 de dezembro
Local: Palácio da Música Belkiss Spenzièri, Centro Cultural Oscar Niemeyer, Goiânia – Goiás
Horários: 08:00 às 17:00 – Grupos de debate e discussões | 17:30 às 00:00 – programação cultural

Programação completa

Fonte: ASCOM MinC

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Casa de Rui promove debate sobre conservação e restauro

A Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB), instituição vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), promove, de segunda-feira (27/11) a sexta-feira (1/12), o IV Encontro Luso-Brasileiro de Conservação e Restauro, em parceria com a Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro e a Universidade de Évora, em Portugal. O evento tem como tema central “Conservação-Restauração: a unidade na transdisciplinaridade”. 

O objetivo do encontro, que reunirá cerca de 220 participantes nos cinco dias de atividades, é aprofundar o debate sobre a relevância e função da Conservação-Restauração na gestão do patrimônio cultural, considerando a inserção de novas tecnologias e de parâmetros científicos em ações integradas de preservação. Também será debatida a atuação do conservador-restaurador e avaliados processos de formação na área nos níveis de graduação e pós-graduação. Participarão palestrantes de Brasil, Portugal, França e Inglaterra.

“Este evento nasceu na Universidade Católica do Porto. É a segunda vez que é realizado no Brasil e a primeira que é promovido por uma instituição vinculada ao Ministério da Cultura”, informa o chefe do Setor de Preservação da Fundação Casa de Rui Barbosa, Edmar Moraes Gonçalves. “Nos últimos 10 anos, é o encontro mais importante de preservação do patrimônio e que só aconteceu graças ao apoio do MinC”, completa.

O encontro é voltado a estudantes de graduação e pós-graduação em Conservação e Restauração de Bens Culturais; estudantes de graduação e pós-graduação interessados na área de Patrimônio Cultural; profissionais de conservação-restauração; profissionais de museus, arquivos e bibliotecas; docentes e pesquisadores da área de conservação e restauração; agentes culturais e procedentes de cargos da administração pública voltados à área da cultura.

Fonte: ASCOM MinC

 

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Direitos intelectuais e inovação serão tema de seminário

O Ministério da Cultura (MinC) vai reunir especialistas e detentores de direitos autorais, no próximo dia 4 de dezembro, para discutir os direitos intelectuais como instrumentos de inovação e desenvolvimento econômico. O seminário Direitos Intelectuais e Economia Digital: Inovação e Desenvolvimento Econômico no Século XXI será realizado das 14h às 19h, no Centro Cultural Evandro Silva do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, com entrada franca.

Entre os temas em debate estão solução de controvérsias envolvendo direitos intelectuais; eficiência da mediação e arbitragem; novos modelos de negócios digitais e transparência; desafios à regulamentação do Marco Civil da Internet; e desafios relacionados à gestão coletiva em ambiente digital.

Na abertura do evento estão previstas as participações da secretária-executiva do MinC, Mariana Ribas; do secretário de Audiovisual do MinC, João Batista Silva; do representante da Subchefia de Assuntos Jurídicos da Casa Civil, Engels Augusto Muniz; e do diretor do Departamento de Direitos Intelectuais do MinC, Rodolfo Tamanaha.

 

Fonte: ASCOM MinC

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura aliada à tecnologia é tema de debate na Casa de Rui Barbosa

A cultura aliada à tecnologia é o principal tema de evento gratuito da Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB), vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), que ocorre nesta quinta (23) e sexta (24) no Rio de Janeiro. No 2º Seminário Tecnologia e Cultura, especialistas irão debater com base em dois eixos temáticos: Humanidades Digitais e Competência em Informação. No evento, também será lançada a primeira edição do periódico digital Memória & Informação, da FCRB.

No seminário, serão apresentados e discutidos estudos que promovam a reflexão e o debate entre estudantes, pesquisadores, professores e demais profissionais que atuem ou tenham interesse na relação entre a cultura e a tecnologia. A Casa de Rui Barbosa ainda recebeu trabalhos com foco em conteúdos ligados à Memória e Tecnologia da Informação e Comunicação (TICs). Os artigos recebidos serão apresentados nos dois dias do seminário e, posteriormente, publicados em edição especial do periódico Memória & Informação e no Repositório Rui Barbosa de Informações Culturais (Rubi).

Memória & Informação

No periódico digital da Fundação Casa de Rui Barbosa, serão divulgados artigos relacionados às áreas de Biblioteconomia, Arquivologia, Museologia, Preservação de Documentos, Preservação Arquitetônica, Ciência da Informação, Humanidades Digitais e Memória Social. Com periodicidade semestral, trata-se do primeiro periódico a reunir os temas acima. A publicação ainda trará, a cada edição, os trabalhos desenvolvidos pelo Centro de Memória e Informação (CMI) da Fundação, responsável pela organização do periódico e do seminário.

O Centro de Memória e Informação, por meio de seus setores especializados (Museu, Arquivos, Bibliotecas e Arquivo-Museu de Literatura Brasileira, Preservação e Arquitetura), é responsável pela guarda, preservação e divulgação dos acervos adquiridos pela Fundação Casa de Rui Barbosa. Desenvolve pesquisas e promove eventos científicos e culturais.

Rubi

A Fundação Casa de Rui Barbosa dá visibilidade, em meio digital, aos Acervos Memoriais e Institucionais da FCRB por meio do Repositório Rui Barbosa de Informações Culturais (Rubi). O repositório alia-se à tecnologia ao fortalecer o compromisso institucional com o livre acesso da informação técnico-científica.

Os Acervos memoriais são compostos por documentos selecionados pelo Arquivo Histórico, Arquivo Museu de Literatura Brasileira, Bibliotecas (Biblioteca Infanto juvenil Maria Mazzetti, Rui Barbosa e São Clemente) e o Museu-Casa, que compõem o Centro de Memória e Informação (CMI) da FCRB.

Já os Acervos Institucionais são formados pela Produção Intelectual da FCRB, disponibilizando diversos tipos de documentos (artigos, capítulos de livros, trabalhos apresentados em eventos, entre outros) produzidos pelos servidores, colaboradores e/ou bolsistas vinculados à FCRB.
O Rubi foi desenvolvido em DSpace, software livre utilizado por instituições de ensino e pesquisa em todo o mundo, que permite o gerenciamento da produção científica em qualquer tipo de material digital.

Serviço
2º Seminário Tecnologia e Cultura
Entrada franca
Fundação Casa de Rui Barbosa (auditório)
Rua São Clemente 134 – Botafogo – Rio de Janeiro
Informações: 21 3289 8661/8662

Fonte: ASCOM MinC

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANCINE realiza seminário inédito na Região Norte

A programação da III Mostra do Cinema Amazonense vai muito além da exibição e debate dos filmes locais. Durante o evento, a ANCINE realiza o Seminário de Execução Financeira de Recursos Públicos e Prestação de Contas no dia 1º de dezembro. A oficina inédita em Manaus será realizada das 14h às 18h no Café Teatro, localizado no Les Artistes – Café Teatro, localizado na Av. Sete de Setembro, 377, no Centro.

Com 50 vagas, as inscrições já estão abertas, são gratuitas e devem ser feitas via internet. O público alvo são produtores audiovisuais, profissionais do setor e estudantes. Coordenador de Prestação de Contas da Superintendência de Fomento da ANCINE, Mauricio Bortoloti, será o responsável pela oficina.

O seminário tem como objetivo capacitar os profissionais amazonenses na formatação e execução de projetos audiovisuais, instruindo os agentes de mercado sobre direitos, execução de despesas para projetos audiovisuais e prestação de contas.

Pontos como a movimentação financeira das contas dos projetos; a execução financeira com o pagamento de despesas como, por exemplo, a contratação de serviços, locação em geral e compra de produtos; a documentação fiscal aceita para comprovação de recursos públicos e o trabalho de prestação serão abordados no seminário. O evento conta com o apoio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

Sobre a Mostra do Cinema Amazonense

Criada em 2015, a Mostra do Cinema Amazonense é um evento independente elaborado pela própria classe a partir do Fórum do Audiovisual. Desde o fim do Amazonas Film Festival, em 2012, tornou-se o principal espaço para diretores, atores e produtores do Estado apresentarem seus projetos e debaterem o rumo do setor.

Fonte: ANCINE

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quilombolas de Tocantins são capacitados em gestão cultural
26.10.2017 – 15:15
O Ministério da Cultura (MinC), em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT), realiza, a partir desta quinta-feira (26), mais uma capacitação de quilombolas como gestores culturais. O curso faz parte do Programa Nacional de Formação de Gestores e Conselheiros Culturais, que tem como objetivo fortalecer o Sistema Nacional de Cultura, formando lideranças para a construção e a gestão de Sistemas Municipais de Cultura.
Na turma, que começa nesta quinta-feira (26), participarão integrantes das comunidades quilombolas do Prata, Mumbuca e Rios, todos localizados na região do Jalapão, leste do estado. Outras comunidades já vêm tendo aulas desde agosto. São eles o Quilombo de Malhadinha, de Barra do Aroeira e de Araguaína.
Segundo a coordenadora de Assistência Técnica aos Entes Federados da Secretaria de Desenvolvimento e Articulação Institucional do MinC, Luísa Galiza, houve uma grande mobilização para adaptar o conteúdo do curso para essas comunidades. “Essa iniciativa é um desmembramento do curso inicial, que foi lançado em 2010 e já formou gestores em todos os estados brasileiros. Essa experiência-piloto com comunidades quilombolas vai servir para expandir o treinamento para outros quilombos”, afirmou.
Ao todo, serão 132 horas de aula, divididas em três eixos: políticas públicas de cultura; cultura, diversidade e desenvolvimento; e planejamento e gestão pública da cultura.
Com o curso, os moradores dos quilombos podem se aproximar de ações de cultura com prefeituras, participar da formação de Planos Municipais de Cultura e criar mecanismos de valorização dos projetos culturais locais.
Texto e Fonte: Assessoria de Comunicação/Ministério da Cultura

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *