Você está aqui:

07100% dos segmentos culturais com cadeias produtivas da economia criativa mapeadas
Mapear as cadeias produtivas de todos os segmentos da economia criativa

A economia criativa é um setor estratégico e dinâmico, tanto do ponto de vista econômico como social.Suas atividades geram trabalho, emprego, renda e inclusão social.

A economia criativa é composta das atividades econômicas ligadas aos segmentos – de acordo com definição da Unesco – como patrimônio natural e cultural, espetáculos e celebrações, artes visuais e artesanato, livros e periódicos, audiovisual e mídias interativas e design e serviços criativos.

Cada segmento cultural tem uma ou mais cadeias produtivas, isto é, sequências de etapas de produção até que o produto esteja pronto e colocado à venda. As etapas podem ser realizadas por diferentes agentes econômicos, sempre relacionados uns com os outros como elos de uma corrente. Quando se observam a economia e as cadeias produtivas, podem-se destacar as potencialidades dos segmentos culturais para ganhos econômicos e sociais.

 


Como esta meta está sendo medida

Número de segmentos – definidos pela Unesco – com estudos e mapeamento de identificação de sua(s) respectiva(s) cadeia(s) produtiva(s) realizados em relação ao total de segmentos.


Situação da meta (referente ao monitoramento do exercício de 2017)

É importante ressaltar que existem seis setores criativos nucleares definidos pela UNESCO, sendo eles: a) patrimônio natural e cultura; b) espetáculos e celebrações; c) artes visuais e artesanato; d) livros e periódicos; e) audiovisual e mídias interativas; e f) design e serviços criativos. Sendo que eles se desdobram em um total de 26 atividades associadas. É importante ressaltar que a cadeia mapeada da música se encontra dentro da macrocategoria “Espetáculos e celebrações”, o carnaval se encontra em “espetáculos e celebrações”, o design se encontra em “design e serviços criativos”, os museus se encontram em “patrimônio natural e cultural”, e jogos digitais se encontram em “Audiovisual e mídias interativas”.

*Baseado em projeção sugerida pelo Plano Nacional de Cultura

**Cadeias produtivas mapeadas: “Cadeia Produtiva da Economia da Música” (Antonio Carlos Alkmim et al, 2005); “Cadeia Produtiva da Economia do Carnaval” (Prestes Filho, 2009);  “Mapeamento da Indústria Brasileira e Global de Jogos Digitais” (USP, 2014); “Mapeamento estratégico para a inserção do design nos  grandes eventos esportivos no Brasil – Copa do Mundo 2014 e  Olimpíadas 2016 (Competitiveness, 2012)” e “Museus e a dimensão econômica – da cadeia produtiva à gestão sustentável” (Ibram, 2014).

Obs.: estão sendo considerados, para fins de cálculo desta meta, o número de segmentos com estudos/mapeamento de identificação de ao menos uma de suas cadeias produtivas realizados em relação ao total de segmentos definidos pela Unesco (patrimônio natural e cultural, espetáculos e celebrações, artes visuais e artesanato, livros e periódicos, audiovisual e mídias interativas, design e serviços criativos) 

Fonte: Secretaria da Economia da Cultura (SEC)

Data de atualização: 31/12/2017

Atividades associadas aos setores criativos nucleares – UNESCO (2009)


O que foi feito em 2017 para alcançar esta meta

O MinC iniciou a elaboração do Manual de Exportação de Bens e Serviços Culturais: TV e Mídias Digitais, Cinema, Publicidade, Música e Games. O manual visa à estimular os empreendedores a levarem a diversificada produção cultural brasileira para além das fronteiras do País, ele apresentará orientações sobre os caminhos para exportar.

Na 42ª Reunião de Ministros da Cultura do Mercosul foi aprovado o Plano Estratégico 2018-2019, que entre as ações previstas para o próximo biênio estão a revisão da estrutura e do regulamento do Mercosul Cultural; a realização de atividades que promovam o papel da cultura na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS); o reconhecimento do sistema cultura da erva-mate como Patrimônio Cultural do Mercosul; a criação de uma Capital do Patrimônio Cultural do Mercosul; o mapeamento de mercados internacionais prioritários para a atuação conjunta dos países do bloco, com realização de duas missões comerciais até 2019; a realização de ações sobre questões de gênero em regiões de fronteira; e a difusão de estudos nacionais sobre os setores culturais da região.

Saiba mais:

    • sobre o Observatório Brasileiro da Economia Criativa, clique aqui.
    • sobre o Mapeamento da Indústria Criativa no Brasil, clique aqui.
    • sobre o mapeamento da cadeia produtiva do design, clique aqui.
    • sobre o Mapeamento da Indústria Brasileira e Global de Jogos Digitaisclique aqui.

 


Veja todas as metas que também estão nos temas : 

Ver mais metas marcadas com as tags: 

Notícias Relacionadas

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *