Você está aqui:

09300 projetos de apoio à sustentabilidade econômica da produção cultural local.
Desenvolver ao menos 300 projetos de apoio à sustentabilidade econômica da produção cultural local

Os projetos de apoio previstos nesta meta devem atuar junto às cadeias produtivas das atividades culturais (Meta 7 e Meta 8). Esses projetos devem se basear em:

  • levantamento de informações e dados da economia criativa;
  • articulação e estímulo ao fomento de empreendimentos criativos;
  • educação para competências criativas;
  • produção, circulação ou distribuição de bens e serviços criativos;
  • consumo ou fruição de bens e serviços criativos; e
  • criação ou adequação de marcos regulatórios para os setores criativos.

O objetivo do apoio é ajudar a transformar projetos em empreendimentos nos segmentos culturais –  de acordo com definição da Unesco- de patrimônio natural e cultural, espetáculos e celebrações, artes visuais e artesanato, livros e periódicos, audiovisual e mídias interativas e design e serviços criativos.

 


Como esta meta está sendo medida

Pelo número de projetos desenvolvidos pelo Ministério da Cultura voltados à sustentabilidade econômica da produção cultural local, incluindo os Arranjos Produtivos Locais (APL) criativos.


Situação da meta

Até 2016, foram beneficiados 254 projetos de apoio à sustentabilidade econômica.

Fonte: Secretaria da Economia da Cultura (SEC)

Data de atualização: 31/12/2016


O que foi feito em 2016 para alcançar esta meta

O MinC realizou as seguintes atividades:

  • Lançamento do Edital de Fomento a Incubadoras de Empreendimentos da Economia Criativa;
  • Implantação do Banco Comunitário da Ceilândia, fruto de um termo de execução descentralizada firmado com a UnB em 2014. O Banco comunitário presta serviços financeiros em rede, associativa e comunitária com incentivo à geração de trabalho e renda na economia solidária, colaborativa e criativa.
  • Termo de Execução Descentralizada firmado com a UFAM para implantação da Incubadora Indígena;
  • Termo de Execução Descentralizada firmado com a UFMT para a execução do projeto Territórios Criativos Indígenas. O Projeto tem como objetivo fortalecer uma economia criativa ligada a comunidades indígenas Bakairi, Chiquitano, Umutina e Xavante, valorizando e respeitando o conhecimento tradicional e saberes locais, gerando renda dentro das comunidades e estimulando a economia solidária e arranjos produtivos locais.
  • Criação da Incubadora Jaboatão Criativo, que visa potencializar a economia criativa no município de Jaboatão dos Guararapes/PE por meio de capacitação, consultoria de gestão de negócios culturais e tecnológicos, proporcionando o fortalecimento e desenvolvimento dos setores criativos

Saiba mais:


Veja todas as metas que também estão nos temas : 

Ver mais metas marcadas com as tags:  .

Notícias Relacionadas