Você está aqui:

22Aumento em 30% no número de municípios brasileiros com grupos em atividade nas áreas de teatro, dança, circo, música, artes visuais, literatura e artesanato.
Ter mais cidades com grupos e coletivos artísticos locais

É importante valorizar a existência de grupos e coletivos artísticos locais, pois são espaços privilegiados para a experimentação e inovação, tanto amadora como profissional. Além disso, são lugares nos quais as manifestações artísticas podem ser divulgadas e a diversidade cultural, valorizada.

A meta tem como objetivo estimular a estruturação de grupos, com ou sem caráter comercial, estáveis (com pelo menos dois anos de atuação) ou que tenham CNPJ (sejam juridicamente constituídos).

A escolha por medir o número de cidades que tenham grupos ou coletivos artísticos se deu pela existência de uma pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Trata-se da Pesquisa de Informações Básicas Municipais (Munic), que realiza, periodicamente, essa medição nas cidades brasileiras.

Com o desenvolvimento do Sistema Nacional de Informações e Indicadores Culturais (SNIIC), será possível obter novos dados sobre a constituição e territorialização dos grupos artísticos, o que possibilitará, ao mesmo tempo, considerar novas categorias de grupos (como expressões das culturas populares, tradicionais e indígenas, por exemplo) e medir a quantidade de grupos existentes em cada cidade. Essas informações podem refletir de forma mais precisa a presença das mais diversas expressões culturais no Brasil.

 


Como esta meta está sendo medida

Pelo número de municípios com grupos em atividades nas áreas citadas, em relação ao total de municípios. Para a área de música, serão considerados, num primeiro momento, aqueles grupos que são mensurados pela pesquisa Munic do IBGE como os conjuntos de músicos, orquestras, corais e bandas. Para a área de artes visuais, serão considerados, num primeiro momento, aqueles grupos que são mensurados pela pesquisa Munic do IBGE, seguindo as classificações “artes visuais” e “pintura e desenho”.


Situação da meta (referente ao monitoramento do exercício de 2017)

É importante frisar que, no geral, o número de municípios com grupos em atividades cresceu para todas quase todas as áreas citadas, com exceção dos grupos em teatro e artes visuais (grupos de artes plásticas, desenho e pintura), que tiveram uma redução comparada à pesquisa anterior.

Em 2015, o percentual de alcance da meta ( média dos indicadores), em relação ao ano de 2020, foi de 96%.

Obs.:  Resultado referente ao período de 2014, divulgado em 2015. Ainda não há previsão para o lançamento da próxima pesquisa.

Fonte: Pesquisa de Informações Básicas Municipais (Munic – IBGE) – 2009, 2012 e 2014

Data de atualização: 31/12/2017


O que foi feito em 2017 para alcançar esta meta

A FCP apoiou o projeto “Festival Amazônico de Hip Hop”, realizado na cidade de Macapá-AP.

 

Saiba mais:

  • sobre a Pesquisa de Informações Básicas Municipais -Munic- IBGE, clique aqui.

 


Veja todas as metas que também estão nos temas : 

Ver mais metas marcadas com as tags: 

Notícias Relacionadas