Você está aqui:

10Aumento em 15% do impacto dos aspectos culturais na média nacional de competitividade dos destinos turísticos brasileiros.
Aumentar o peso dos aspectos culturais no desenvolvimento do turismo

As características culturais de uma cidade ou região são fundamentais para o desenvolvimento do turismo local.

O Ministério do Turismo estabeleceu um Índice de Competitividade para avaliar os 65 principais destinos turísticos do Brasil. Essa avaliação atribui uma nota a 13 dimensões, entre as quais a infraestrutura geral, o marketing e os aspectos culturais.

A dimensão dos aspectos culturais abrange a produção cultural do destino associada ao turismo, a preservação do patrimônio histórico e cultural e a estrutura municipal para o apoio à cultura.

 


Como esta meta está sendo medida

Por meio da nota da dimensão “aspectos culturais” no Índice de Competitividade do Turismo Nacional do Ministério do Turismo em relação à nota de 2010.


Situação da meta (referente ao monitoramento do exercício de 2018)

A aferição do indicador se dá por meio da pesquisa de Índice de Competitividade do Turismo Nacional, na dimensão dos “Aspectos Culturais”, realizada pelo Ministério do Turismo, em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). No entanto, em maio de 2019, o Ministério do Turismo informou que “o Índice de Competitividade do Turismo Nacional foi descontinuado em 2015, pela gestão da época”.

*o Ministério do Turismo não realizou pesquisa.

Fonte: Nota da dimensão “aspectos culturais” no Índice de Competitividade do Turismo Nacional do Ministério do Turismo

Data de atualização: 31/12/2018


O que foi feito em 2018 para alcançar esta meta

Em 2018, o Iphan conduziu o processo de registro e desenvolvimento do dossiê de candidatura da Tava (Lugar de Referência para o Povo Guarani)  como Patrimônio Cultural do Mercosul;

Assinatura do  Compromisso de Goiás (Brasil – 200 Anos de Independência O Patrimônio que nos une), documento que  ratifica os debates havidos na cidade de Goiás, durante o Seminário Internacional sobre Gestão de Sítios Culturais do Patrimônio Mundial no Brasil, realizado nos dias 13 a 15 de agosto de 2018.Umas das premissas do documento é a necessidade de maximizar o potencial das cidades brasileiras com sítios declarados pela Unesco como Patrimônio Mundial como destinos turísticos patrimoniais através da articulação público-privada para o seu desenvolvimento e da busca de melhores práticas nacionais e internacionais;

Conservação da Igreja dos Reis Magos, em Nova Almeida, no município da Serra, ES;

Entrega da restauração  da Catedral Basílica de Salvador;

Entrega da restauração da Igreja do Santíssimo Sacramento da Rua do Passo, ou Igreja do Passo, em Salvador (BA);

Entrega da restauração da Casa de Câmara e Cadeia de Florianópolis (SC);

Saiba mais:

    • sobre o Estudo de Competitividade do Ministério do Turismo sobre os aspectos culturais – 2015, clique aqui.
    • sobre o Estudo de Competitividade do Ministério do Turismo sobre os aspectos culturais – 2014, clique aqui.
    • sobre o Estudo de Competitividade do Ministério do Turismo sobre os aspectos culturais – 2013, clique aqui.
    • sobre a Estudo de Competitividade do Ministério do Turismo sobre os aspectos culturais – 2011clique aqui.
    • sobre o Estudo de Competitividade do Ministério do Turismo sobre os aspectos culturais – 2010clique aqui.
    • sobre a pesquisa Museus e Turismo de 2014, clique aqui.

 


Veja todas as metas que também estão nos temas : 

Ver mais metas marcadas com as tags: 

Notícias Relacionadas